Brasília - DF: SAS Qd. 06 Bloco K, Ed. Belvedere, 7º andar - CEP: 70070-915 - Brasília - DF   |   Sede Administrativo - São Paulo: Rua Japurá, 43 - Bela Vista - São Paulo - SP
Telefone: (11) 3105-8476   |   WhatsApp: (11) 96641-1803   |   E-mail: administrativo@conacate.org.br

  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
Conacate_Logotipo_nov2018.png

A Conacate apoia

Pública inicia articulação contra Reforma da Previdência com evento na Câmara dos Deputados 

 

Pública inicia articulação contra Reforma da Previdência com evento na Câmara dos Deputados

Ocorreu na quarta-feira, dia 12 de janeiro, sessão da CLP – Comissão Legislativa Participativa, em sala de comissões da Câmara dos Deputados, como ato de princípio de articulação dos servidores e suas entidades contra a Reforma da Previdência. .

 

A sessão foi presidida pelo Deputado Chico Lopes, com a participação da Deputada Értica Kokay, e do Deputado Arnaldo Faria de Sá.

 

Estiveram presentes, entre outros, diretores das entidades Sinafresp, Sindaf-SP, Fenastc, Sindilegis, Conacate, Febrafite, Fonacate, Fenafisco, FenaPRF, Unacon, Aspal, Sindap, Fenale, CSPM, Sindsema, Aner, Afalesp, Fespesp, Fenafirc, Asap, Ascade, Sinal, Sintaf CE, Febreafisco, Sinpol, que foram parte dos identificados no local.

 

O evento funcionou como reunião de articulação para o enfrentamento a ser feito ao modelo de Reforma de Previdência pautado pelo Governo. O sentimento maior é de indignação pelo autoritarismo do processo de condução da Reforma sinalizada pelo Governo. Não há perspectivas de um chamamento ao debate, a audiências públicas e um processo transparente e democrático.

 

As entidades dos diversos setores do serviço público analisam formas de denunciar estratégias pouco cidadãs do Governo em relação a esta Reforma, assim como em diálogo com imprensa e sociedade apontar outros caminhos para o ajuste fiscal brasileiro.

 

Em meio a necessidade de equilibrar as contas públicas, lideranças e especialistas consideram que existem muitas outras alternativas que antecedem esta Reforma na Previdência. Seja com o fim das inúmeras desonerações fiscais concedidas nos últimos anos, sem critério, e que levaram aproximadamente 260 bilhões de arrecadação sem retorno de empregos e nem desenvolvimento econômico. Assim como o aperto na sonegação, na redução dos cargos comissionados, na auditoria da dívida pública e outras opções de medidas de contenção.

 

A Previdência Social traduz um importante pacto social e como tal é ponto de união da sociedade e traduz conquistas importantes e históricas de direitos e cidadania. Os presentes concordam que não pode ser mexida como primeira alternativa em hipótese alguma.

 

Estará sendo nomeada uma comissão de trabalho para esta campanha de articulação contra a Reforma da Previdência. A Pública está participando em todos os níveis, com empenho total de sua diretoria, a fim de liderar esse processo e combate de total interesse público.

 

VEJA GALERIA DE DEPOIMENTOS DURANTE O EVENTO

 

 

 


VEJA GALERIA DE FOTOS DO EVENTO